Nike pretende cortar 1.600 funcionários, 2% de sua força de trabalho global - Estadão